A CONCORDÂNCIA

Olá, hoje eu quero mais uma vez abordar o assunto CONCORDÂNCIA. Já sabemos que a concordância pode ser verbal e também nominal. Ela será verbal quando houver concordância entre o sujeito da oração e o verbo. E será chamada de concordância nominal quando existir uma aliança, um ajuste, uma harmonia entre os nomes, sejam substantivos, adjetivos ou qualquer outra classe gramatical.

Por que estou falando de concordância? Porque ao longo desses anos de magistério tenho visto, tenho ouvido concordâncias terríveis, de incomodar os olhos e machucar os ouvidos. Por isso precisamos observar a gramática, as regras de concordância, além de apreciar uma boa leitura, que certamente vai aprimorar nosso vocabulário, consolidando corretamente nossa escrita e nossa comunicação verbal.

Para seu conhecimento, estar em concordância, escrever em concordância ou falar em concordância significa estar de acordo, ajustado, combinado. Poderia falar de diversos outros sinônimos para a palavra concordância, como por exemplo estar em conformidade, em harmonia.

O importante é que entendamos:  para termos uma linguagem clara e correta, que seja entendida por quem está nos ouvindo, precisamos usar a concordância, seja verbal ou nominal.

Neste blog temos alguns artigos abordando algumas regras de concordância verbal e nominal que você poderá acessar para aprimorar seu conhecimento gramatical.

Também quero incentivá-lo a receber meu e-book grátis online. É para encorajá-lo! CLIQUE AQUI  e receba-o!