HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO

HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO

Olá, hoje eu quero passar pra você duas histórias de superação e perseverança. São pessoas que não colocaram os olhos nas dificuldades apresentadas.  Colocaram o foco nos seus objetivos para realizar seus sonhos.

Essas histórias foram vividas e continuam sendo vividas por dois idosos, ela com 66 anos de idade e ele com 85 anos. Li no Blog do Missu e deixo pra você fazer uma reflexão:

“A Maria passou por diversas dificuldades quando era menor. Veio de uma família conservadora, onde o pai pensava que meninas não deveriam estudar, pois era coisa de homem. Ela então cresceu sem saber ler e escrever.

Após vários anos se passarem, tornou-se avó e agora trabalha como faxineira. Seu neto Felipe, de 10 anos, a incentivou a ir estudar. “Vovó, vamos para a escola! Vai ser bom para você. Você vai aprender e vai me ensinar”, incentivava ele.

E não é que ela foi? Hoje está cursando o 2º período do EJA (Educação de Jovens e Adultos), e está no equivalente ao 4º e 5º ano do Ensino Fundamental, mesmo ano em que estuda seu neto, na rede municipal de Curitiba. Antes, dona Maria tinha medo até de andar de ônibus por não saber ler o destino. Hoje, ela vai para a escola com o Felipe, que não deixa ela faltar nenhum dia.” Lição de vida? Nunca é tarde demais! 

 

“Se você acha que não tem mais idade para mudar de carreira, é porque não conhece a história sensacional do Luiz, de 85 anos. Quando mais novo, seguiu o caminho da agronomia e também trabalhou como jornalista. Trabalhou nas duas áreas, se aposentou e, ainda assim, não estava satisfeito. Alguma coisa faltava…

Foi aí que decidiu fazer Direito, uma vontade que tinha desde jovem e que nunca se concretizou. “Será que a gurizada vai me aceitar?”, se questionava ele. Mas o sonho foi maior que a preocupação e ele então entrou na FADERGS (Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul).  Em uma sala de aula lotada de jovens, ele não se sentiu intimidado. Acha graça por ser o “vovô” da turma! Nas aulas, sempre questiona e participa, levanta a mão e tira dúvidas. Se conseguir concluir todas as disciplinas, Luiz vai se tornar bacharel aos 90 anos. E você achando que já passou da idade? Nada disso.”

 

Imagina as dificuldades que essas pessoas enfrentaram para chegar até onde eles estão hoje. Com certeza foram muitas lutas, dificuldades a vontade e quem sabe muitas vezes  enfrentando a vontade de desistir. Mas eles não desistiram! Eu quero encorajá-lo a perseverar nos seus estudos. Não importa em que nível de estudo você esteja; não importa a sua idade; enfim não importa qual dificuldade você tem ou está enfrentando no momento. Foque no seu sonho, tenha em mente o seu objetivo, faça as ações para alcançá-lo. Você pode! Comece estudando português, lendo livros, se exercitando na parte gramatical, etc.

Para ajudá-lo estou enviando meu e-book online GRÁTIS. CLIQUE AQUI para recebê-lo.