VERBOS TERMINADOS EM EAR E IAR

VERBOS TERMINADOS EM EAR E IAR

 

Falando ainda de verbos é importante tomarmos conhecimento daqueles verbos que são terminados em EAR e IAR que em alguns casos oferecem dificuldade.

Precisamos também lembrar das formas rizotônicas (onde a sílaba tônica está na raiz da forma verbal), assim como as formas arrizotônicas (sílaba tônica está na terminação).

Os verbos em terminados em ear trocam o e por ei nas formas rizotônicas:

Nomear – pres. ind.: nomeio, nomeias, nomeia, nomeamos, nomeais, nomeiam

Premiar – pres. ind.: premio, premias, premia, premiamos, premiais, premiam.

Os tempos derivados do presente do indicativo – presente do subjuntivo, imperativo afirmativo e imperativo negativo – seguem a regra.

Precisamos observar que há cinco verbos terminados em IAR que serão conjugados como se fossem terminados em EAR, nas suas formas rizotônicas. Para não nos esquecermos deles existe um anagrama chamado MARIO cujas iniciais representam os verbos MEDIAR, ANSIAR, REMEDIAR, INCENDIAR e ODIAR.

Vejamos sua conjugação:

mediar: medeio, medeias, medeia, mediamos, mediais, medeiam

ansiar: anseio, anseias, anseia, ansiamos, ansiais, anseiam

remediar: remedeio, remedeias, remedeia, remediamos, remediais, remedeiam

incendiar: incendeio, incendeias, incendeia, incendiamos, incendiais, incendeiam

odiar: odeio, odeias, odeia, odiamos, odiais, odeiam

Atente então que não diz eu incendio , tu incendias, etc. Da mesma maneira que não se diz eu ansio, tu ansias, etc. Errado está quando dizemos eu remedio, tu remedias, etc.